quarta-feira, 19 de maio de 2010

Está com problemas? Chama o Lula!

Hoje me deparei com uma crónica um tanto interessante, ela tratava dos fatos ocorridos em torno da semana passada até ontem, e o que mais me chamou atenção, além do título é claro : BRIGOU COM O SINDICO? CHAMA O LULA!, foi a forma com que o cronista José Simão  tratou o fato do Presidente  Lula ter comparado a pré-candidata Dilma Rousseff com Mandela, ele reforça," Lula  não quis dizer Dilma é igual a Mandela .Ele disse que a  Dilma é igual à Mãe Dela!"[..].( Simão,j. 2010, JC CULTURA BAURU)

Confira o texto completo , o link esta aqui em baixo, boa leitura!
 http://www2.uol.com.br/josesimao/colunafolha.htm

segunda-feira, 17 de maio de 2010

sábado, 15 de maio de 2010

Tentando descomplicar o vazio que o amor me faz sentir.

Não sei o que esta acontecendo com minha mente

Vivo atrás de uma utopia cruel e indecente.

Não sei em que momento comecei a sentir isso,

mas de um tempo para cá venho sonhando com o momento que estará

definitivamente em meu colo, dizendo-me o quanto gosta de mim.

Faria as coisas mais tontas do mundo, só para ter um pouco de coragem e dizer tudo o que eu queria dizer.

Estou cansada de ficar muda ao falar com você, estou cansada dessa agonia que esta apertando meu peito.

Apesar de tudo tenho medo, de perder sua amizade, tenho receio que sintas  desgosto de mim, medo de que não queiras mais ficar por perto.

Sei que estou sendo tonta, sei que deveria parar de escrever e sim deveria tentar te dizer o que sinto.

Todos os dia acordo pensando em você e dizendopara mim mesma:

-Hoje é o dia , irei dizer tudo o que sinto.

Ah ! Essa angustia incendeia meu coração.

Sou tão jovem , tão sem tempo , ás vezes é por isso que não te digo nada, talvez o magoaria por falta de carinho.

Sei que não é amor, sei apenas que é uma vontade desmedida de ficar com ao seu lado.

Mas se o fosse , quero que saiba que o amor é algo tão complicado para complicarmos mais ainda, que não convém escrever e nem dizer nada além de: Te quero bem, meu querido!