sábado, 21 de agosto de 2010

Foi-se com a aurora

Tão cedo foi-se; sequer chegou a ser meu.
Com essa aurora vão se as esperanças de tê-lo a meu lado.
As lágrimas fazem arder meus olhos que sentem falta dos teus.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

"O desamor é tão cafona e sofredor,isso me fez concluir.
Sinto-me muito bem! Estando bem distante de ti."

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Hoje sinceramente estou me sentindo um lixo!
Essa perda mexeu muito comigo, me deixou sem chão.A falta do esclarecimento é o pior!
Agora, a única certeza que tenho, é que não terei mais sua alegria para alegrar minhas manhãs.

Que você seja feliz!

terça-feira, 13 de julho de 2010

Sem Título.

O teu olhar questiona o meu olhar:
- O que te aflinge Dama do meu raiar?
- Me aflinge esse seu jeito de me olhar,
esse jeito de me questionar...
- Por que me torturas dessa forma?
Se apenas o que quero é uma respota.
-Não te digo o que me aflinge, pois, para os
Apaixonados a melhor é resposta é o silêncio.

sexta-feira, 2 de julho de 2010

.

O receio que carcomia minh 'alma agora, padeceu,
E tão solene puniu a mim somente.
Agora tenho a certeza de que teu coração a mim não pertence.
Essa será a ultima vez que estarás presente, em meus escritos.



ADEUS.

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Improviso.

Tenho-te em sonhos e tão lá somente
Mesmo vão, faz-me o coração vivente
Não sei o que esta acontecendo com minha mente
Vivo atrás de uma utopia cruel e indecente.
O Said tava parecendo indigente.
Comi macarrão com molho branco, tô muito contente.
De teu amor, faço-me eterno penitente
E o velho triste está doente, por não ter comido macarrão,pois, não tinha dente
Ô, velho sem dente
Diga-me o que sentes?
Sente-se diferente?
De toda essa gente?
Que chora, que mente
Que fala do seu dente
Chamam-te indigente
Velho incoerente
Velho incoerente, sei que sou.
Mas se sou assim é porque sofro de amor
To criando bolor
To velho, com dor de barriga
Maldita fadiga!
Devo estar com lombriga.
Comi suflê na casa de uma amiga.
Ah, creio que não , estou com lombriga de tanto comer raparigas.
Comer rapariga dá lombriga?
Dá , quando não pode-se mais comer.
Essa é minha situação.
Não sabia deste fato.
Tomarei mais cuidado
Que adianta? Se vais morrer ao lado de uma velha anta.
As novas devoro no almoço. A velha deixo pro jantar.
Eu prefiro caviar!
Desiste, não vou te dar
Claro que vai, nem que eu tenha que jogar bilhar.

Este poema é  fruto de uma conversa de msn.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Está com problemas? Chama o Lula!

Hoje me deparei com uma crónica um tanto interessante, ela tratava dos fatos ocorridos em torno da semana passada até ontem, e o que mais me chamou atenção, além do título é claro : BRIGOU COM O SINDICO? CHAMA O LULA!, foi a forma com que o cronista José Simão  tratou o fato do Presidente  Lula ter comparado a pré-candidata Dilma Rousseff com Mandela, ele reforça," Lula  não quis dizer Dilma é igual a Mandela .Ele disse que a  Dilma é igual à Mãe Dela!"[..].( Simão,j. 2010, JC CULTURA BAURU)

Confira o texto completo , o link esta aqui em baixo, boa leitura!
 http://www2.uol.com.br/josesimao/colunafolha.htm

segunda-feira, 17 de maio de 2010

sábado, 15 de maio de 2010

Tentando descomplicar o vazio que o amor me faz sentir.

Não sei o que esta acontecendo com minha mente

Vivo atrás de uma utopia cruel e indecente.

Não sei em que momento comecei a sentir isso,

mas de um tempo para cá venho sonhando com o momento que estará

definitivamente em meu colo, dizendo-me o quanto gosta de mim.

Faria as coisas mais tontas do mundo, só para ter um pouco de coragem e dizer tudo o que eu queria dizer.

Estou cansada de ficar muda ao falar com você, estou cansada dessa agonia que esta apertando meu peito.

Apesar de tudo tenho medo, de perder sua amizade, tenho receio que sintas  desgosto de mim, medo de que não queiras mais ficar por perto.

Sei que estou sendo tonta, sei que deveria parar de escrever e sim deveria tentar te dizer o que sinto.

Todos os dia acordo pensando em você e dizendopara mim mesma:

-Hoje é o dia , irei dizer tudo o que sinto.

Ah ! Essa angustia incendeia meu coração.

Sou tão jovem , tão sem tempo , ás vezes é por isso que não te digo nada, talvez o magoaria por falta de carinho.

Sei que não é amor, sei apenas que é uma vontade desmedida de ficar com ao seu lado.

Mas se o fosse , quero que saiba que o amor é algo tão complicado para complicarmos mais ainda, que não convém escrever e nem dizer nada além de: Te quero bem, meu querido!